O que são “traços”?

Você já deve ter visto em diversas embalagens o famoso pode conter traços – de leite, de glúten e de outras substâncias consideradas alergênicas – mas o que isso significa?

De forma bem simples traços são minúsculas partículas que podem fazer muito mal àqueles que não as toleram. Quando você lê o rótulo de um determinado alimento e em seus ingredientes não consta o alérgeno que você restringe, mas logo após vem a citação: “Alérgicos: pode conter…” Isso significa que apesar daquele produto não ter o alergênico como ingrediente do preparo, ele pode ter sido plantado, manuseado, estocado ou produzido em ambiente que também passou aquele alergênico.

Devo consumir alimentos com traços?

No início do diagnóstico, de maneira geral, faz-se necessário retirar todos os vestígios do alérgeno a fim de estabilizar as crises. Mas a frente, com orientação médica pode-se avaliar se o paciente tolera ou não a presença de traços.

Alérgicos graves com histórico de anafilaxia, reações graves ou imediatas não devem testar, sem que haja indicação médica para isso.

De acordo com a Dra. Juliana Valente, gastropediatra da Faculdade de Medicina da Usp “estudos mais recentes indicam que se o paciente não tem reação clínica aos traços, alimentos que contém devem ser consumidos pois estimulam a produção de células reguladoras que serão a fonte da cura em algum momento.”

Mas a conduta em relação ao controle de traços na realização de qualquer dieta é muito particular, apenas um médico poderá liberar o consumo deles.

Vale ressaltar que os alimentos produzidos na Lilóri não possuem traços de leite, glúten e proteína da soja, porque nos preparos não são utilizamos nada que contenha esses itens ou traços deles, apenas lecitina de soja.

 

Fonte:  Tipsaplv / incluirechique

Deixe Seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*