Uso de cosméticos

Você já parou para pensar que seu filho, alérgico a lactose ou intolerante a proteína do leite pode estar tendo crises por causa do creme ou qualquer outro cosmético que você está habituada a usar na pele?

Eu sei bem o que é isso! Na época em que eu amamentava e não podia consumir as proteínas para não passar para meu filho via aleitamento materno estava com a dieta sem furos, mas ele ainda não tinha estabilizado. Foi em uma consulta ao pediatra que ele me informou que o sabonete íntimo podia ter proteína do leite. Aí estava o furo, não na minha dieta mas no que estava usando no meu corpo. A partir daí, percebi a importância de ler rótulos de TUDO e não somente de alimentos. Fica a dica!

Os cosméticos (sabonetes, cremes, hidratantes, shampoos, batons, entre outros) que contém proteínas do leite (ver rótulos) devem ser evitados para crianças com reações cutâneas imediatas ou não. Ou seja, mesmo quando a criança não tem manifestação de pele, apenas intestinal, por exemplo, eles precisam ser evitados.

Observe nas embalagens dos cosméticos se possuem além das “proteínas do leite” as “proteínas da soja”, “mel”, “germe de trigo” e os famosos corantes. Existem empresas que usam óleos recicláveis na composição de seus produtos, óleos esses usados em restaurantes, supermercados e outras empresas, com traços dos mais variados alérgenos (leite e derivados, soja, ovos, glúten).

Caso não haja informações na embalagem, ligue para os SACs e evite os produtos. Outra recomendação é sempre procurar um médico e ver qual cosmético é o mais indicado para seu filho. Existem boas marcas no mercado ou mesmo boas opções de manipulação.

Importante lembrar que não somente nós, mas cuidadores também precisam observar os cosméticos que utilizam, pois o bebê e a criança pegam no cabelo e na pele e levam a mão à boca com frequência.

Outro alerta é com relação as pastas de dente que levam soja em sua composição. É preciso tomar cuidado também se a criança for alérgica às proteínas da soja. Isso vale tanto para crianças quanto para as mães que amamentam.

Mas não se desespere! O primeiro momento pode parecer assustador, mas aos poucos você vai descobrir produtos que além de não fazer mal à pele do seu filho, vão deixar a sua ainda mais incrível. Pode apostar!

 

Fontes: põe no rótulo/ alérgicos a leite

Deixe Seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*